Santa Casa de Misericórdia de Itabuna

Categoria: Santas Casas Interior do Estado

Critério: Inovação

Selecionado como uma das quatro Maternidades privadas no Nordeste a integrar o Programa de Estímulo ao Parto Adequado da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e Ministério da Saúde, o Hospital Manoel Novaes é referência para todo interior da Bahia neste projeto pioneiro. O Hospital foi contemplado no Grupo Seguidores em 2015, tendo até 2016 para cumprir uma série de metas estratégicas. Além da ANS e Ministério da Saúde, a iniciativa é conjunta com o Hospital Israelita Albert Einstein e do Institute for Healthcare Improvement (IHI), responsáveis pela instrumentalização técnica deste novo modelo. A ação de cooperação técnica tem como objetivo a Organização da Atenção ao Pré-natal, Parto e Nascimento, com proposta de reavaliar o modelo de supervalorização dos partos cesarianos e construir um projeto piloto para testar estratégias objetivando, entre outros resultados, a elevação das taxas de parto natural. A equipe do Hospital Manoel Novaes integra rede de acesso a conteúdos comuns e materiais com informações sobre como melhorar a qualidade da atenção ao parto e nascimento, além de participar de encontros presenciais para discutir os resultados atingidos com a ANS. A participação da Santa Casa de Itabuna no programa já foi renovada para 2017.

Critério: Credibilidade

A retomada do Sistema de Gestão da Qualidade foi um passo decisivo em 2016 para a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna. Pioneira na discussão de Acreditação Hospitalar entre as Santas Casas do interior da Bahia, quando da implantação do Serviço de Qualidade ainda em 2013, a Santa casa de Itabuna incrementa o serviço a partir da contratação de uma Consultora de Qualidade e da formalização do Núcleo de Segurança do Paciente. O ano foi de intensas atividades, partindo da implantação do programa 5S em toda instituição, à revisão e implantação de Protocolos Clínicos Assistenciais, discussão de Times e formalização da proposta de atuação com um Escritório Integrado de Qualidade e Segurança do Paciente. Destaque para a revisão da Cadeia Medicamentosa, com priorização da automação de processos que busquem minimizar eventos adversos e para a Comissão de Feridas, com Núcleo especializado para cobertura de 100% dos pacientes internados. A instituição trabalha para chamar uma visita de Avaliação junto a uma Instituição Acreditadora ainda em 2017.

Critério: Novos investimentos

O ano de 2016 marcou a ampliação do serviço de Oncologia da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, instituição que há xxx anos detém a classificação de Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) e atua como referência para toda a macrorregião Sul da Bahia. O crescimento foi estrutural e alcançou em maior monta dos Serviços de Quimioterapia e Radioterapia, além da inauguração de um Núcleo de Atendimento na cidade de Jequié. Sobre os números, a Unidade de Radioterapia saiu de 102.416 atendimentos em 2015 para 112.854 atendimentos em 2016. A Unidade de Quimioterapia quase triplicou o atendimento, saindo de 13.918 pessoas atendidas para 36.171 pessoas atendidas no ano passado. Parte deste crescimento exponencial deve-se à implantação do Núcleo de Câncer da Mulher, instalado pela Santa Casa de Misericórdia de Jequié a partir de uma cooperação técnica com a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna. O Núcleo oferece consultas ambulatoriais com oncologistas clínicos e mastologistas, além de quimioterapia oral e exames de diagnóstico.

Critério: Visibilidade de mercado

A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna vem alavancando a sua credibilidade a cada dia, especialmente pelo modelo de transparência da atual gestão. No seu centenário, que acontece neste 2017, a sua retomada de força diante da sociedade regional foi de grande valor, especialmente quando houve uma união total de todos no empenho financeiro para a realização de uma semana de atividades, ainda em janeiro. Investimentos em outdoors, TVs, rádios etc, com os números do seu atendimento, especialmente SUS, fizeram com que a sociedade e autoridades tivessem um olhar diferenciado para a instituição.