Diagnoson a+

Categoria: Diagnóstico por Imagem Compliance

Critério: Implantação do Código de Conduta (se houver)

Com 90 anos, o Grupo Fleury é uma das maiores e mais respeitadas empresas de medicina e saúde do País, referenciada pela comunidade médica e pela opinião pública por sua excelência em serviços ao cliente, inovação e qualidade técnica, com atuação nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Bahia, Paraná e no Distrito Federal. Especificamente em relação ao Código de Conduta, cumpre destacar que este documento se aplica a todos os colaboradores, acionistas, consultores, assessores, parceiros comerciais, fornecedores, prestadores de serviço, agentes e instituições públicas e privadas, nacionais e internacionais, bem como a toda e qualquer pessoa, física ou jurídica, que venha a representar a Companhia; estendendo-se ainda a suas sociedades controladas e subsidiárias, diretas ou indiretas. Logo, aqui estão incluídas todas as suas marcas, como a Diagnason a+ e a+. Revisão do Código de Conduta. No final no ano de 2015, a Companhia iniciou o processo de revisão de seu Código de Conduta, sua nova versão foi lançada para toda Companhia e divulgada ao mercado em 03 de maio de 2016. O documento foi estruturado em blocos, os quais permitem que os usuários do documento localizem mais facilmente os temas a serem vistos. Além disso, dentro de cada blocos, estão dispostos os temas mais relevantes para Companhia, a saber: BLOCO A – CONFLITO DE INTERESSES A.1. Atividades Profissionais Externas A.2. Parentesco e Relacionamento Amoroso A.3. Contratação de Fornecedores A.4. Viagens e Benefícios de Hospitalidade A.5. Presentes, Brindes e Entretenimento BLOCO B – CONDUTAS INTERNAS B.1. Postura Profissional B.2. Assédio Moral B.3. Assédio Sexual B.4. Uso de Álcool, Drogas e Porte de Arma B.5. Preservação e Uso de Recursos do Grupo Fleury B.6. Fraude BLOCO C – CONDUTAS EXTERNAS (CONDUTAS EM NOME DO GRUPO FLEURY) C.1. Clientes C.2. Fornecedores e Parceiros de Negócios C.3. Agentes Públicos e Combate à Corrupção C.4. Sindicatos e Entidades de Classe C.5. Concorrentes C.6. Comunicação Externa (Imprensa e Mídias Sociais) C.7. Uso da Marca C.8. Manifestações Políticas e Religiosas BLOCO D – CONFIDENCIALIDADE DA INFORMAÇÃO D.1. Uso de Informações Confidenciais D.2. Uso de Informações Privilegiadas BLOCO E – SUSTENTABILIDADE E CIDADANIA CORPORATIVA E.1. Direitos Humanos e Respeito à Diversidade E.3. Segurança e Saúde Ocupacional E.4. Erradicação do Trabalho Infantil e Escravo E.5. Voluntariado E.6. Comunidades do Entorno e outras Partes Interessadas BLOCO F – GESTÃO DO PROGRAMA DE INTEGRIDADE F.1. Aprovação e revisão do Código de Conduta F.2. Políticas Corporativas F.3. Programa de Treinamentos F.4. Responsabilidades F.5. Violações ao Código de Conduta / Gestão de Consequências F.6. Fórum de Ética e Conduta BLOCO G – CANAL DE CONDUTA G.1. Suspeitas G.2. Dúvidas G.3. Não Retaliação G.4. Formas de Contato Cada tema aborda com base em exemplos o que é esperado de cada um que atua em nome do Grupo Fleury, abordando exemplos das condutas que são permitidas e não permitidas. Políticas Corporativas. Além das diretrizes do Código de Conduta, outras diretrizes da Companhia, que versam sobre variados temas estão formalizadas por meio de um documento, denominado Política Corporativa. As Políticas Corporativas estabelecem diretrizes ou premissas sobre determinado tema considerado estratégico pelo Grupo Fleury e que demande orientação de abrangência geral, sendo o seu cumprimento obrigatório a todos os níveis da Companhia. Dentre as elas, destacamos a Política de Integridade, a qual tem como objetivo tem como objetivo apoiar o compromisso do Grupo Fleury com a integridade e a ética em suas atividades, conforme estabelecido em linhas gerais no Código de Conduta, visando minimizar a sua exposição e de seus colaboradores a quaisquer infrações e sanções impostas pela legislação vigente, além de reduzir a possibilidade de danos ao negócio e à sua reputação. Neste documento foram definidas regras e procedimentos específicos para os diversos tipos de relação com agentes públicos. Os procedimentos foram diferenciados de acordo com a natureza e para cada tipo foram definidos procedimentos específicos, entre eles: a) Participação conjunta de áreas distintas nas reuniões com agentes públicos que envolvam qualquer tomada de decisão; b) Formalização em ata dos encontros realizados com os agentes públicos com comunicação à área de Compliance; e c) Orientação de como proceder em situações conflitantes.

Critério: Descritivo das rotinas de compliance, com seus devidos impactos na conduta moral e ética da organização

A área de Compliance é responsável pela gestão da integridade corporativa do Grupo Fleury. Suas atribuições estão distribuídas em cinco frentes de trabalho, cujos objetivos são: (i) Monitoramento de leis e regulamentos: monitorar normas e projetos de lei que possam impactar processos e atividades mitigando riscos e descumprimentos, mantendo, assim, o Grupo Fleury em conformidade com o seu seguimento de atuação. (ii) Monitoramento de contratos e acordos: monitorar possíveis riscos e impactos no cumprimento, bem como descumprimento de obrigações firmadas em contratos e acordos pelo Grupo Fleury evitando, assim, a aplicação de eventuais penalidades. (iii) Defesa da Concorrência: estabelecer premissas e diretrizes para o Grupo Fleury, no que se refere ao relacionamento com a concorrência, observando os preceitos legais vigentes. (iv) Programa de Integridade: desenvolver referenciais de conduta para todos os colaboradores da Companhia, para nortear suas decisões e comportamentos nas diversas relações com clientes, parceiros de negócios, concorrentes, administração pública e agentes públicos. (v) Políticas Corporativas: monitorar o processo de formalização das Políticas Corporativas, assegurando, assim, a conformidade da governança normativa da Companhia. Ademais, destacamos que a área de Compliance é responsável pela gestão do Código de Conduta e das ações educacionais relacionadas à ética e conduta para a manutenção dos mais elevados padrões éticos da Companhia. Programa de Treinamentos do Código de Conduta. Em 2016, o Grupo Fleury lançou o Programa de Treinamentos sobre o Código de Conduta, que consiste em um treinamento a distância para todos os públicos da Companhia – colaboradores, prestadores de serviços médicos, alta administração etc. – com seis módulos, os quais foram distribuídos ao longo do ano, sendo o primeiro lançado em maio de 2016, e o último em dezembro de 2016. Os módulos abordam os seguintes temas: • Módulo I – Introdução ao Código de Conduta • Módulo II – Assédio Moral e Assédio Sexual • Módulo III - Conflito de Interesses • Módulo IV – Combate à Corrupção • Módulo V – Confidencialidade da Informação • Módulo VI – Relembrando o Código de Conduta Por fim, vale ressaltar que no final de cada módulo, consta uma avaliação sobre os temas abordados. Canal de Conduta. Por fim, destacamos que o Grupo Fleury disponibiliza aos seus colaboradores e parceiros de negócios um canal de comunicação para o encaminhamento de dúvidas, bem como relato de fatos e condutas que não estejam em acordo com os seus princípios consolidados no Código de Conduta e na Política de Integridade, denominado Canal de Conduta. O Canal de Conduta é uma ferramenta que garante que os colaboradores e parceiros de negócios interajam de forma anônima, a fim de preservar tantos os envolvidos, tantos os colaboradores e os parceiros de negócios.

Critério: Descritivo das ações de governança corporativa com viés na política de compliance da organização

As tratativas relacionadas à gestão da ética e conduta no Grupo Fleury estão diretamente integradas à governança corporativa do Grupo Fleury, por meio da atuação dos seguintes órgãos: (i) Fórum de Ética e Conduta: O apoio da Alta Administração ao tema inclui a criação de um fórum para deliberação de casos de desvios de conduta apurados pelo Canal de Denúncia, ligados diretamente ao CEO da Companhia. A criação deste fórum foi aprovada pelo Conselho de Administração e formalizada no Código de Conduta; e (ii) Comitê de Auditoria e Gestão de Riscos: O Conselho de Administração instituiu um Comitê de Auditoria e Gestão de Riscos que tem entre suas atribuições a supervisão do ambiente de controle que visa garantir a adequação dos processos da Companhia aos mais altos padrões de conduta.